Após quase virar contra Osasco, Zé Roberto prega pés no chão na Superliga

Hinode Barueri fez grande jogo, mas ficou com o vice; técnico diz que equipe ainda está um passo atrás

Foto: Gaspar Nobrega/Inovafoto

Após vencer o Vôlei Nestlé Osasco por 3 sets a 2 e ser superado apenas no Golden Set, o Hinode Barueri começa nesta terça-feira (17), às 19h, sua caminhada na Superliga Feminina. A equipe volta a encarar as osasquenses pela primeira rodada da principal competição nacional.

Apesar de ter encarado as osasquenses de igual para igual na decisão, em pleno José Liberatti, o técnico José Roberto Guimarães afirma que a equipe tem que manter os pés no chão e ainda falta muito para brigar com os favoritos.

"Cada jogo é um jogo diferente", comentou o técnico. "Esse time vai ter que aprender muito, principalmente nos momentos mais críticos, vai ter que ter uma leitura melhor", ressaltou.

Técnico também da seleção brasileira, ele começou a atuar no Paulista já perto da fase final e comemorou o vice-campeonato no primeiro ano de participação das baruerienses. Até por conta disso, ele prega cautela sobre as chances de lutar pelo título.

"Tem os quatro melhores times e a gente tem que aprender com eles, fazer o possível para estar mais próximo, entrar num processo de incomodar", reforça. "Ganhar, acho que é um degrau acima e temos que nos preparar muito para que isso aconteça. O time não está no nível ainda das primeiras equipes do Brasil".

Uma marca da decisão foi o fato de que o Hinode apresentou mais resistência na segunda partida do que no jogo inicial, quando foram superadas por 3 sets a 0, no ginásio José Corrêa.

"A gente não se contentou com o que aconteceu e não podíamos ir para o segundo jogo e deixar as coisas acontecerem. Nos dedicamos muito e estudamos e elas começaram a acreditar que podiam [vencer]", explica.

Durante a partida, o Hinode emplacou duas reações improváveis. Empatou em 23 a 23, por exemplo, após Osasco abrir 14 a 4 no terceiro set. Algo parecido ocorreu no Golden Set, quando as osasquenses tinham cinco pontos de vantagem para fechar o jogo, mas a equipe de Barueri novamente chegou a igualdade. No final, Tandara fez dois pontos e garantiu a taça para as osasquenses.

"Ganhou o melhor time, parabéns ao Nestlé Osasco pela campanha pelo título, mas a gente incomodou e já saio daqui muito feliz", conclui o treinador.

‘Estamos vivos’, diz Rodolfo antes de confronto co...
Audax Corinthians goleia e segue 100% na Libertado...