Em meio a final, Osasco e Barueri já estão de olho na Superliga

Torneio começa na próxima semana e terá o clássico regional na primeira rodada

Foto: João Pires/Fotojump

Enquanto se concentram para a decisão desta sexta-feira (12), às 18h30, do Campeonato Paulista, Vôlei Nestlé Osasco e Hinode Barueri já estão de olho no início da Superliga Feminina. Na terça-feira (17), as duas equipes voltam a se encontrar pela primeira rodada do torneio, que terá novidades.

A decisão da Superliga será disputada em dois jogos, ao contrário das últimas temporadas em que o título foi definido em partida única.

No começo da semana, houve o lançamento da mais importante competição nacional em São Paulo e as atletas osasquenses estiveram no evento.

"A Superliga é sempre muito forte, com grandes equipes. Estamos trabalhando em busca do nosso sexto título estadual e manteremos essa pegada para o nacional. Vamos dar o nosso máximo e lutar para subir ao degrau mais alto do pódio também na Superliga", afirma Tandara, um dos principais destaques do Osasco.

Atual vice-campeão da Superliga, o time terá novamente o desafio de fazer frente ao Rio de Janeiro e passou novamente por uma série de mudanças.

A equipe contratou Mari Paraíba, a levantadora Fabíola e a sérvia Nadja Ninkovic. A central Ju Mello, a oposta Lorenne e a líbero Kika também chegam para reforçar o elenco. O clube de Osasco renovou os contratos das centrais Bia e Nati Martins, das ponteiras Tandara e Bruna Neri, da oposta Paula Borgo, das levantadoras Carol Albuquerque e Zeni e das líberos Camila Brait e Tássia.

Porém, perdeu peças importantes como Gabi Guimarães, que acertou com o Rio de Janeiro. Camila Brait não começou a temporada, por conta da gravidez.

ESTREIA

A região também contará com a presença do Hinode Barueri, formado no final do ano passado e atual campeão da Superliga B. A expectativa do clube é conseguir figurar entre os quatro melhores em sua primeira participação e o time deu mostras do potencial ao chegar à final do Paulista.

"A expectativa é muito boa ainda mais por toda a história do nosso projeto. Viemos da Superliga B, não tínhamos tanta estrutura, depois a Hinode nos deu uma força muito grande. Para nós é um prazer e um grande desafio disputar essa competição. Sabemos que teremos dificuldades, mas fico muito feliz porque a torcida de Barueri abraçou o projeto. Agora, nós queremos incomodar as grandes equipes", afirmou o técnico José Roberto.

Pela final do Paulista, o Osasco venceu o primeiro jogo por 3 sets a 0 e garante o título caso vença novamente nesta sexta. Em caso de vitória barueriense, o jogo irá para o Golden Set.

Em batalha de seis sets, Osasco é hexacampeão paul...
Barueri tem inscrições abertas para aulas nas esco...